Blog criado e mantido por Rita Sousa: ritasimoess[arroba]gmail.com

quinta-feira, agosto 03, 2006

Ninguém Como Tu


«Ninguém Como Tu» revela, na forma mais pura, dinâmica e cativante, a procura pela felicidade e pelo amor que guia a vida. Enquadrada nas vinte e quatro horas diárias de correria frenética entre Almada e Lisboa, é um retrato fiel da permanente luta pela conquista dos sonhos que dão sentido à existência humana. No primeiro episódio desta história, os personagens são-nos apresentados em três acontecimentos de grande suspense: um casamento que está na iminência de não se realizar, um desfalque e o desaparecimento de uma criança. Luiza Albuquerque está a braços com a preparação do casamento da sua filha Teresa. A noiva não está muito convencida do passo que vai dar e nas vésperas da cerimónia conhece Miguel. Este salva-a de um conflito em pleno aeroporto quando Teresa vai buscar a sua irmã Isabel, vinda de Nova Iorque para o casamento. Teresa apaixona-se por Miguel mas põe o amor dos dois nas mãos do destino: se não voltarem a encontrar-se até ao dia seguinte, cada um seguirá a sua vida. No dia do casamento, enquanto Teresa se debate com a dúvida da decisão que tem que tomar, a família Albuquerque é assombrada pela notícia de que a empresa de Mário Albuquerque sofreu um desfalque feito pelo seu director financeiro e pela sua secretária Leonor, deixando-os na miséria. Luiza vê-se, assim, entre uma filha que não quer casar com um homem rico e um marido na falência. O destino dos Albuquerque fica nas mãos de Teresa. Luiza e as suas duas irmãs, Júlia e Dulce, filhas de Luciano e Milu, têm uma relação pouco próxima e tensa, ponto de partida para os grandes conflitos familiares. No primeiro episódio, Luiza vai ainda ao encontro de outra situação familiar. Jaime, filho adoptivo de Júlia, desaparece sem deixar rasto, deixando todos desesperados. Luiza não se mostra muito preocupada, pois o casamento da filha é a sua única prioridade. A procura de Jaime faz com que Luiza e Pedro, seu cunhado, casado com Dulce, se encontrem e fiquem sozinhos por momentos ao fim de muitos anos, despertando o grande amor adormecido que os une desde sempre. Dulce e Pedro têm dois filhos, Ana, que esconde também um segredo do seu passado, e João, um jovem à descoberta da sua sexualidade. Teresa acaba por fugir do casamento, passando a ser uma noiva em fuga, em busca do amor. Acaba por se perder entre o Restelo e Almada e vai parar a casa de Alexandre, um cartomante cheio de boa disposição. Este é filho de Conceição, uma senhora religiosa que vive bem com a opção sexual do filho, mas a quem não agrada a presença do tarot em sua casa. Com eles virá morar Henrique sobrinho de Conceição, que vem para Lisboa estudar medicina. Pelos menos, é o que todos pensam, já que Henrique esconde um segredo surpreendente. Alexandre e Conceição são vizinhos de Júlia. No mesmo prédio vivem Paula e Frederico, um casal tradicional que não aparenta grandes complicações. No entanto, o temperamento machista de Frederico será o cerne de problemas. Juntos têm um filho, Guilherme, amigo de Jaime e o grande cúmplice na fuga deste. Eugénia, mãe de Paula, deixa a vila onde vive e vem para a cidade ajudar a sua filha, entrando em contacto com um mundo novo, que lhe faz confusão em quase todos os detalhes. Beatriz Paiva Calado é casada com António Paiva Calado e mãe de dois filhos, Nuno e Inês, uma jovem cleptomaníaca. Beatriz, amiga de Luiza, não é uma mulher feliz devido às sucessivas traições de António. Quem apoiará Beatriz em todas estas situações por que passará é o seu cunhado, Gabriel, um cirurgião plástico, viúvo e com uma filha, Carmo que tudo faz para arranjar uma namorada ao pai. Tendo como pano de fundo a sociedade contemporânea, em que o dinheiro cresce como prioridade, «Ninguém Como Tu» prova que o amor é a grande arma que possuímos na conquista da felicidade.

'NINGUÉM COMO TU' MATA TODOS (20.12.2005)Quem matou ‘António Paiva Calado’? A resposta à grande questão da novela da TVI, ‘Ninguém como Tu’, chegou na noite do grande debate presidencial entre Cavaco Silva e Mário Soares, na RTP1, mas mais de 2,4 milhões de telespectadores não resistiram à tentação de conhecer o assassino. Uma vez mais, a novela de Rui Vilhena, que frequentemente liderou a tabela dos programas mais vistos do dia, bateu a concorrência. ‘Guida’ (Sofia Aparício) matou ‘António’ (Nuno Homem de Sá), a TVI arrasou a RTP1 e a SIC, e Moniz, previdente, aniquilou a hipótese de Alexandra Lencastre, a grande ‘Luiza Albuquerque’, fugir para outra estação. Ao celebrar um contrato de exclusividade com a protagonista de ‘Ninguém como Tu’, o patrão do canal de Queluz garante assim uma excelente actriz como trunfo em futuras apostas na produção nacional.

Sem comentários:

Representação

2014 - "Água de Mar", novela RTP1, personagem Maria Eduarda
2013 - "A mãe do sr. ministro", série RTP1, espisódio 12, secretária de Estado
2013 - "Os nossos dias", novela RTP 1, Simone, prostituta de luxo
2013 - "Maternidade", sitcom RTP 1, empregada de supermercado, episódio 26
2012 - "A Família Mata", sitcom SIC, dona de um cão, episódio 61
2012 - "O que as mulheres querem", personagem: Patrícia. Filme da TVI de Andreia Vicente e Alexandre Castro
2011 - "Mistérios de Lisboa", mini séria RTP 1, Condessa de Penacova, episódio 2
2011 - "Bom, muito bom, supreme", curta metragem de Diogo Andrade e Tiago Carvalho
2011 - "Cambraia", curta metragem, de Maria João Freitas, personagem Matilde
2011 - "O Viajante" de Ricardo e Telmo Martins, Curta Metragem
2011 - ''E o Tempo Passa'', protagonista do filme de Alberto Seixas Santos, selecção oficial 14º Shanghai Film Festival
2010 - "Cidade Despida", série policial da RTP1, 8.º episódio, personagem: Vanda Dinis
2010 - "Mistérios de Lisboa", longa metragem de Raul Ruiz, personagem: Condessa de Penacova
2009 - "Contrato", longa metragem de Nicolau Breyner, personagem: Mónica Thanatos
2008 - 2009 - "Rebelde Way", novela juvenil para a SIC, Sofia é Pipa
2008 - "Vip Manicure", sitcom da SIC, Sofia Aparício
2007 /2008 - "O Bosque", encenação de João Lopes, Teatro Aberto, Sofia é "Ruth"
2007 - "Vingança", novela SIC, de Rodrigo Riccó, personagem Ermelinda Luz
2006- 2008 - "Aqui não Há quem Viva", sitcom SIC, personagem Bia
2005-2006 - "Ninguém como Tu", novela TVI, 194 episódios, de António Moura Matos, personagem Margarida 'Guida' Martins
2005 - "Noite Branca", curta metragem de Gil Ferreira
2004 - "Paisagens Americanas", teatro Aberto, encenação de João Lopes e Rui Tendinha
2003 - "O Caracal", Artistas Unidos
2003 - "Rádio Relâmpago", filme de José Nascimento, personagem Mariana Saavedra
2003 - "O último beijo", novela TVI, personagem Vera, 6 episódios
2003 - "A Filha", filme de Solveig Nordlund, participação
2003 - "I'll see you in my dreams", curta-metragem de Miguel Ángel Vivas, personagem Ana
2001/2002 - "Fúria de Viver", novela SIC, de Lourenço de Mello, personagem Cristina
2002 - "Um estranho em casa", sitcom RTP1, de Manuel Amaro da Costa, personagem Laura
2000 - 2001 - "Super Pai", sitcom TVI, Mafalda
2000 - "A última batalha", Teatro Aberto, encenação de Fernando Heitor, personagem Leonor Távora
2000 - "Senhora Ministra", sitcom RTP, Vera
1999 - "Mal", filme de Alberto Seixas Santos, participação
1999 - "Uma casa em fanicos", sitcom RTP1, personagem Xana
1998 - "Médico de Família", sitcom SIC, de Manuel Amaro da Costa, primeiro episódio: uma questão de imagem, Tina
1998 - "A mulher do senhor ministro", sitcom RTP1
1997 - "Não há duas sem três", sitcom RTP1, de José Rodrigues, personagem Manuela, primeiro episódio: os seios de Vera
1997 - "A Dama das Camélias", Auditório do Casino Estoril, encenação de Carlos Avillez, personagem Margarida Guatier